domingo, 22 de novembro de 2015

Somewhere over the rainbow

A estrada de tijolos amarelos é obra da nossa mente!

A estrada de tijolos amarelos talvez seja ansiedade de futuro, planejamentos, metas, anseios, e está pintada com a cor da expectativa, essa palavra que significa tanto mas não diz nada.

(Já pararam para pensar que existe o verbo ESPERAR, mas não existe o verbo EXPECTAR? Só por isso já deveríamos saber que a expectativa não gera verbo, não gera ação.)

Tudo o que a Dorothy, o leão, o espantalho e o homem de lata pretendiam pedir ao Mágico de Oz foi construído durante o percurso, por eles mesmos. 
Não foi Oz que concedeu seus desejos!

E digo mais.
Dorothy e seus amigos tiveram as maiores lições de vida do caminho justamente quando estavam pisando fora da estrada de tijolos amarelos. 

O maior aprendizado é obtido por causa de um imprevisto ou obstáculo, naquilo que não sai como foi idealizado, naquilo que sai da rota, mas que acontece da melhor maneira possível!

É só ficar tranquilo e perceber que muitas vezes o acaso é tão interessante quanto a agenda. Que se pode ouvir Somewhere over the rainbow em qualquer lugar.

Um beijo bom,
Camilla.

2 comentários:

Anônimo disse...

Em italiano a palavra (expectativa) é "aspettativa"... e é derivada do verbo "aspettare" (esperar) !! : )

Etimologias à parte, por coincidência comprei esta semana numa locadora que está fechando e liquidando o estoque o dvd d´"O Mágico..."... mas recomendo mesmo sempre pra quem não conhece é a viagem de "The dark side of Oz" (se encontra no youtube - é o filme, acompanhado do disco Dark Side of the Moon, do Pink Floyd, com uma curiosíssima sincronia entre os dois...)

Abraço!

Diego
Etimólogo frustrado e espantalho nas horas vagas

Camilla Caetano disse...

Diego! Obrigada pelo comentário enriquecedor que, pelo contrário, não espantou nada! ;)

Ocorreu um erro neste gadget